Image by Joel Muniz

NOSSOS PRINCÍPIOS

A declaração doutrinária da Família Apostólica Ide baseia-se em princípios espirituais revelados na Palavra de Deus.

A PALAVRA DE DEUS

A Semente

A Palavra de Deus é a semente que precisamos semear. (Lucas 08:11)

A Palavra de Deus é o fundamento da fé cristã. É por meio da fé que somos salvos (Efésios 2.8) e justificados (Romanos 5.1). Nós vivemos pela fé (Romanos 1.17), andamos pela fé (II Coríntios 5.7) e é através da fé que vencemos o mundo (I João 5.4). É muito importante a preservação das escrituras e o cuidado para não deixar que nada seja acrescentado ou retirado dela. (Eclesiastes 3:14) – “Sei que tudo o que Deus faz permanecerá para sempre; a isso nada se pode acrescentar, e disso nada se pode tirar. Deus assim faz para que os homens o temam”

 

O SENHOR DA COLHEITA

'Rogai, pois, ao Senhor da seara que mande ceifeiros para a sua seara.'  (Mateus 9:38)

A Divindade consiste de Deus Pai, Deus Filho Jesus Cristo, e Deus o Espírito Santo:

Porque três são os que testificam no céu: o Pai, a Palavra, e o Espírito Santo; e estes três são um. 1 João 5:7

Deus Pai: Há um só Deus, ilimitado, eterno e perfeito, Criador do Céu e da Terra:

Porque assim diz o Senhor, que criou os céus; O Deus que formou a terra e a fez; Ele estabeleceu-a, não a criou em vão; Ele a formou para que fosse habitada; Eu sou o Senhor, e não há outro. (Isaías 45:18)

Deus Filho, Jesus Cristo que foi concebido pelo Espírito Santo e gerado pela virgem Maria. Ele foi o holocausto perfeito para o pecado de toda a humanidade através de sua morte e do derramamento do seu sangue. Ressuscitou dentre os mortos e seu corpo glorificado apareceu a muitos, ascendeu ao céu, e um dia voltará tal como o viram partir. Ele é a cabeça do Corpo, que é a Igreja; Ele é o princípio e o primogênito dentre os mortos, a fim de que em absolutamente tudo tenha a supremacia. Pelo que também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra; E toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai. (Fp 2: 9-11)

 

Deus Espírito Santo: Este que inspirou a Palavra de Deus, ungiu a Jesus Cristo por Seu ministério. A Igreja nascida com a Ressurreição de Cristo, se manifesta ao mundo pelo Espírito Santo no dia de Pentecostes. O Espírito Santo convence o mundo do pecado, da justiça e do juízo, une o homem a Jesus Cristo na fé, traz o novo nascimento, e habita dentro do cristão. O batismo no Espírito Santo consiste no selo do Espírito, por meio do qual somos identificados no mundo espiritual como filhos de Deus. Dessa forma, segundo a Bíblia, constatamos que somos cheios do Espírito Santo no momento de nossa conversão, ou melhor, de nossa regeneração. É o Espírito Santo quem nos convence de nossos pecados, levando-nos a reconhecer os nossos pecados, arrepender-nos destes e aceitar e confessar o Senhor Jesus como nosso Senhor e Salvador. (Atos 2: 4) “Mas recebereis poder, ao que o Espírito Santo descer sobre vós, e sereis minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.”  (At 1: 8)

“Os dons do Espírito Santo são manifestações do Espírito, oferecidos mediante a Graça divina por parte de Deus, e Ele é o doador de todos os dons. Mas opera todas estas coisas um e o mesmo espírito, dividindo a cada um como quer.” (I Coríntios 12:11)

O Espírito Santo também torna possível o fruto do Espírito que é uma seleção de virtudes produzidas pelo Espírito Santo na vida daqueles que foram feitos novas criaturas. Esse fruto resulta em uma conduta de vida íntegra e de acordo com a vontade de Deus.

“Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança ...” (Gálatas 5: 22-23)

 

HOMEM

O semeador

“Eis que saiu o semeador a semear.” (Marcos 4: 3)

O homem foi criado por Deus à imagem e semelhança de Deus. Através do pecado original de Adão e Eva, todos os homens se tornaram pecadores por natureza.

“E assim está escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito alma vivente; o último Adão, foi feito em espírito vivificante. Mas não é primeiro o espiritual, senão o natural; e depois o que é espiritual. O primeiro homem é da terra, é terreno; o segundo homem é o Senhor do céu.” (I Coríntios 15: 45-47)

 

SALVAÇÃO

A Colheita

“Mas essa semente recebida na boa terra é o que ouve a palavra, e a entende; que também dá fruto ...” (Mateus 13:23)

 

A salvação é um dom de Deus através da graça e da fé em Jesus Cristo. Não há nenhum nome a não ser o de Jesus Cristo, pelo qual a humanidade pode ser salva. É necessário buscar o arrependimento dos seus pecados e desejar obter o perdão, confiando em Cristo e em sua morte pelos pecados de todos. Assim, o homem nasce de novo para a vida eterna pelo Espírito Santo. Através deste ato redentor vem o perdão do pecado, a libertação da escravidão do mundo, e liberdade no Espírito de Deus.

“Porque pelo favor imerecido de Deus que está a salvo e feitos participantes da salvação de Cristo a (sua) fé. E isso (salvação) não é de vós, do seu próprio fazer, não veio através de seu próprio esforço, mas é dom de Deus; Não por causa de obras (e não do cumprimento das exigências da Lei), para que nenhum homem se glorie.” (Efésios 2: 8-9, A Bíblia Amplificada)

 

A IGREJA

Os trabalhadores

“Rogai, pois, ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara.” (Mateus 09:38)

A Igreja é o Corpo e Esposa de Cristo. A missão primária da Igreja é ensinar todas as nações e fazer discípulos, levando o Evangelho do Reino a todos os homens e nações, confirmando os sinais:

E ele lhes disse: “Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda a criação. Aquele que creu [em Mim] e foi batizado será salvo [da penalidade da ira e do julgamento de Deus]; mas quem não crer será condenado. Estes sinais acompanharão aqueles que creram: em Meu nome expulsarão demônios, falarão em novas línguas; eles apanharão serpentes, e se beberem algo mortal, isso não os machucará; eles imporão as mãos aos doentes e ficarão bem.” (Marcos 16: 15-18, A Bíblia Amplificada)

 

A CONSUMAÇÃO

O Final, a Colheita

“Lança a tua foice e ceifa, para já é tempo de ceifar; para a seara da terra está madura.” (Apocalipse 14:15)

A consumação [final] de todas as coisas inclui o retorno visível e glorioso de Jesus Cristo, a ressurreição dos mortos, e a transição dos vivos em Cristo para o juízo do justo e do injusto. Satanás, com seus anfitriões e todos os homens fora de Cristo serão separados da presença de Deus para suportar o castigo eterno, enquanto os remidos estarão na presença de Deus por toda a eternidade:

“Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança.
Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem, Deus os tornará a trazer com ele.
Dizemos-vos, pois, isto, pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que dormem.
Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.
Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.”
(I Tessalonicenses 4: 13-17)

“E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus; e os livros foram abertos, e outro livro foi aberto, que é o livro da vida; e os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras.” (Revelação 20:12)